Desafios logísticos: O papel do OMS no varejo omnichannel

Picture of Leticia Viana

Leticia Viana

Desafios-logísticos-O-papel-do-OMS-no-varejo-omnichannel

Para os varejistas, implementar uma estratégia omnichannel já é uma necessidade do negócio. Mas, com a complexidade operacional aumentando, os varejistas enfrentam desafios logísticos significativos que podem comprometer a eficiência e a satisfação do cliente.

Nesse cenário, o sistema de gestão Linx OMS é um grande aliado para enfrentar os desafios desse processo. Neste artigo, você vai saber quais os principais pontos de atenção do varejo omnichannel e como o Linx OMS pode ajudar a sua empresa. Confira!

Desafios logísticos no varejo omnichannel

A transição para o omnichannel reflete a evolução das expectativas dos consumidores, que desejam uma experiência de compra fluida, seja online, in-store, ou através de dispositivos móveis. No entanto, essa integração de múltiplos canais apresenta desafios complexos, como a gestão de estoques dispersos, a necessidade de entregas rápidas e o manejo eficiente de devoluções e trocas.

A seguir, exploramos os principais desafios enfrentados e como eles impactam as operações diárias no varejo.

1. Gestão de inventário multicanal

Um dos maiores desafios no varejo omnichannel é a gestão eficiente de inventário em múltiplos pontos de venda e armazenamento. Manter a precisão do estoque em tempo real, enquanto se coordena a disponibilidade de produtos entre lojas físicas, centros de distribuição e canais online exige uma solução robusta que possa integrar e sincronizar todas essas informações.

2. Cumprimento de pedidos complexos

O cumprimento de pedidos fica mais complexo em um ambiente omnichannel por conta da variedade de opções de entrega e retirada disponíveis para os clientes. As marcas vejistas precisam ser capazes de processar pedidos de maneira eficaz, seja enviando de um depósito central, despachando de uma loja local ou oferecendo opções de retirada em loja. Cada opção vem com seus próprios desafios logísticos e necessidades de coordenação.

3. Velocidade e precisão na entrega

A expectativa de entrega rápida é uma grande demanda do varejo moderno. Os consumidores esperam rapidez e precisão nas suas entregas, o que pressiona os varejistas a otimizar suas redes logísticas. Isso inclui a escolha da melhor opção de transporte e a garantia de que os sistemas de gestão de pedidos possam lidar com alterações e exceções de forma ágil.

4. Devoluções e trocas eficientes

As devoluções podem acontecer no varejo, principalmente se pensamos nas operações online, o que pode gerar insatisfação do cliente se forem mal gerenciadas. Por isso, é importante que as marcas tenham a capacidade de processar devoluções e trocas de forma eficiente. Isso envolve a logística física de receber e restocar produtos e a gestão de reembolsos e créditos de maneira rápida e transparente.

5. Sincronização entre canais

Manter todos os canais de venda sincronizados é essencial para evitar problemas como a venda de produtos que já não estão em estoque ou a falta de uniformidade na experiência do cliente. A sincronização eficaz entre os canais ajuda a manter a consistência da marca e a confiança do consumidor, fundamentais para o sucesso no varejo omnichannel.

OMS da Linx: a solução para os desafios omnichannel

Para ajudar você em todos esses desafios do varejo, conte com a solução OMS, da Linx. A seguir, mostramos como essa ferramenta contribui para construir uma operação omnichannel na sua empresa.

1. Gestão inteligente de estoque

O módulo de estoque do OMS da Linx oferece uma visão unificada e precisa do inventário em tempo real, permitindo que os varejistas respondam rapidamente às mudanças na demanda e minimizem as rupturas de estoque. Isso é importante para alavancar a disponibilidade de produtos e aproximar o estoque do consumidor, reduzindo simultaneamente os custos de frete.

2. Melhoria na logística de entrega

O módulo de frete do OMS otimiza as operações de entrega utilizando o melhor motor de cotação de frete do mercado. Isso permite que os varejistas escolham opções de entrega que equilibram custo e velocidade, melhorando a experiência do cliente final e a eficiência operacional.

3. Cockpit de monitoramento

O cockpit do OMS da Linx permite aos varejistas monitorar e gerenciar suas operações através de painéis de controle intuitivos. Isso inclui a gestão de regras de negócio e a análise profunda de indicadores, que são essenciais para a tomada de decisão.

4. In-store fulfillment

O módulo in-store transforma cada loja em um centro de distribuição eficaz. Isso facilita processos de picking, packing e envio diretamente das lojas, o que é ideal para atender rapidamente aos pedidos online e melhorar a utilização do estoque local.

5. Flexibilidade na gestão de pedidos

O OMS gerencia todos os aspectos dos pedidos, incluindo exceções como falhas na entrega, rupturas de estoque ou necessidades de troca e devolução. Isso garante que cada situação seja tratada de maneira eficiente, mantendo a confiança e a satisfação do cliente.

6. Conexão total

A habilidade do OMS da Linx em conectar canais digitais a todos os estoques físicos permite operações como “ship from store” e “pickup in store”. Essa conectividade total é essencial para a flexibilidade e sucesso em um ambiente omnichannel.

O OMS integra com mais de 60 marketplaces através do Hub Plugg.to, mais de 20 plataformas de e-commerce e mais de 30 transportadoras e gateways de frete do mercado amplia ainda mais sua capacidade de atuação. Essa vasta rede de integrações permite que os varejistas ofereçam uma experiência verdadeiramente omnichannel, conectando-se de forma eficiente com diversos pontos de venda e distribuição, maximizando o alcance e a visibilidade dos produtos.

Com o OMS da Linx, há uma melhora significativa na experiência de compra do cliente. Além disso, o sistema processa mais de 25 milhões de pedidos por ano. Para saber mais sobre como a solução pode ajudar a sua empresa nos desafios do omnichannel, acesse o nosso site oficial.

veja também

Outros conteúdos omnichannel